pt-brenes

Manuais do usuário web auxiliam na utilização do eSocial

  • Manuais do usuário <i>web</i> auxiliam na utilização do eSocial

    Manuais do usuário web auxiliam na utilização do eSocial

    Existem duas formas de envio de informações ao Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial) pelos empregadores: a primeira utilizando seu programa de gestão de folha de pagamentos diretamente de seu computador e transmitindo os dados via webservice (opção em geral utilizada por contadores e empresas); e a segunda via portal web, diretamente nos módulos disponíveis para cada tipo de empregador:

    Simplificado Pessoa Física – Doméstico.

    Simplificado Pessoa Física – Segurado Especial.

    Simplificado Pessoa Jurídica – Microempreendedor Individual (MEI).

    Web Geral (Contingência) – Para todos os tipos de empregadores.

    Portanto, para auxiliar os usuários, estão disponíveis os manuais de cada um dos módulos, que foram atualizados e podem ser consultados na área de cada empregador no portal, ou clicando nos links acima.

     

    Os manuais simplificados e Web Geral foram atualizados e detalham os procedimentos para enviar informações diretamente pelo portal.

     

    O Módulo Web Geral é uma ferramenta auxiliar destinada à inserção de dados no eSocial, que foi pensado para permitir às empresas o cumprimento das obrigações legais em situações de contingência ou indisponibilidade do seu próprio software. Contudo ele não pretende substituir os sistemas de gestão próprios das empresas e de contabilidades.

    Por sua vez, os Módulos Web Simplificados foram criados com facilitadores para atender a empregadores cujo perfil demanda algum tipo de auxílio. Neles, os eventos são transmitidos para o ambiente nacional do eSocial de forma integrada, customizada e sem a necessidade de o usuário utilizar sistemas próprios. Todas as ferramentas possuem funcionalidades e automatizações que facilitam a prestação das informações.

    O primeiro sistema simplificado lançado foi o de trabalho doméstico, em 2015. Os empregadores domésticos já se habituaram a admitir trabalhadores, elaborar folhas de pagamento, gerar guias de pagamento de contribuição previdenciária e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), lidar com férias, afastamentos e desligamentos de forma ágil, com poucos cliques. Rotinas trabalhistas que eram complexas e restritas a empresas e escritórios de contabilidade, agora estão acessíveis a todos.

    Para as Microempresas (MEs) e Empresas de Pequeno Porte (EPPs) está em desenvolvimento e será disponibilizado um ambiente simplificado próprio, com funcionalidades e automatizações que permitirão a gestão dos trabalhadores no módulo web, de forma semelhante ao que já foi apresentado para o empregador doméstico e para o MEI.

     

    Caso ainda tenha dúvidas, clique aqui e veja se sua questão já foi respondida em alguma das Perguntas Frequentes.

     

    Mesmo assim, se precisar de ajuda, fale conosco.

     

    Fonte: Portal eSocial.

    Compartilhe:Share on FacebookShare on LinkedInShare on Google+Tweet about this on TwitterEmail this to someone
  • Voltar